top of page

Ciclone extratropical causa perdas no Litoral norte do Estado do RS

Um ciclone extratropical que está passando pela costa da Região Sul do Brasil provocou chuvas intensas e ventos fortes no Rio Grande do Sul durante a madrugada desta sexta-feira (16). Diversas cidades do estado registram alagamentos. Estradas também foram bloqueadas.


A Defesa Civil do RS emitiu alerta para a chuva intensa e ventos fortes nas regiões da Serra, Litoral Norte e Vale do Paranhana. Os rios Caí, Paranhana e Sinos têm possibilidade de cheias. O governador Eduardo Leite afirmou que equipes da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros e da Brigada Militar estão mobilizadas para dar assistência às comunidades mais afetadas.


O Hospital Santa Luzia, em Capão da Canoa, no Litoral Norte do RS, restringiu totalmente os atendimentos desde a noite de quinta-feira (15), após ficar completamente inundado por conta da forte chuva que atingiu a cidade.



O prefeito de Maquiné (RS), João Marcos Bassani dos Santos, foi até as redes sociais para fazer um apelo para que as pessoas deixem as próprias casas por causa dos alagamentos provocados pelas fortes chuvas. A cidade, que fica no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, recebeu alerta de "Grande Perigo" para chuvas intensas e ventos fortes do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Diversas cidades do RS registaram alagamentos por causa da passagem de um ciclone extratropical.


"O Centro da cidade nunca esteve assim na história do município, pelo menos na história recente. Saiam das suas casas, bens materiais a gente recupera. Vamos pensar nas vidas", afirmou João Marcos.


Ainda no vídeo, disse implorar para que as pessoas saíssem de casa para evitar uma tragédia. O prefeito orientou para que os moradores buscassem abrigos em locais mais altos da cidade.


"Não tem equipe do Corpo de Bombeiros suficiente. Não existe mais a possibilidade de ficar em locais de risco. É um pedido que estou fazendo para nossa população para evitarmos tragédias. É a maior enchente da história do nosso município", disse. O prefeito salientou ainda que existia o risco de os alagamentos piorarem. O município pediu apoio ao governo do estado para ajudar a população.







6 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page