Torres terá novo Posto de Saúde Central: Posto Volante será reformado e ampliado



Torres terá um novo Posto de Saúde Central. O atual Posto Volante, localizado na Rua Joaquim Porto, 801, será reformado e ampliado para sediar o novo Central. A partir da próxima segunda-feira, 14 de fevereiro, o Volante estará fechado. O anúncio é do prefeito Carlos Souza, nesta quarta-feira, 9, acompanhado do secretário Claudio Paranhos. O prefeito informa que o investimento, com recursos próprios da Prefeitura, será de aproximadamente 850mil, valor reservado para sanar a urgência da manutenção de infraestrutura deteriorada. A obra é de extrema necessidade para a população torrense. A Secretaria de Planejamento e Participação Cidadã, lideradas pelo secretário Matheus Junges, assina o projeto da obra.

E tem mais boa notícia, com a mudança do Posto Central, a sede do Pronto Atendimento 24h será ampliado, proporcionando maior qualidade no atendimento dos pacientes e oferecendo melhores condições de trabalho para os servidores da Saúde. Conforme o secretário, aprimorar o atendimento no novo Posto Central e aperfeiçoar as condições de trabalho são também os principais propósitos da reforma e ampliação do Posto Volante.

O projeto de reforma do Posto Central foi elaborado a partir da necessidade de reorganização, tendo como premissa básica a divisão do posto em dois setores: imunização e consultas. Cada um desses setores apresenta acesso, acolhimento e espera desassociados, evitando assim a circulação cruzada entre pacientes com possíveis doenças contagiosas e usuários que buscam a vacinação, além de otimizar os atendimentos.

Esse novo layout é composto por área destinada à Saúde da Mulher, que abrange um consultório obstétrico e um ginecológico; quatro consultórios indiferenciados, um odontológico e um de nutrição, além das áreas administrativas, técnicas e de apoio. Serão utilizados equipamentos que manterão a ventilação, adicionando privacidade e segurança aos ambientes. Será empregado um conceito utilizado na vanguarda da arquitetura hospitalar por comprovadamente trazer benefícios à saúde humana, além de auxiliar no conforto térmico e proteger a estrutura da edificação contra a deterioração causada pela exposição ao contato direto nas superfícies voltadas para o fluxo intenso.

0 visualização0 comentário