RENÚNCIA DO PREFEITO DE CIDREIRA

Por que seria?

Em menos de um ano de governo, o prefeito Alexsandro Contini de Oliveira (PP) “pega suas tralhas” e se manda.


Ele tem direito de deixar o mandato, depois de eleito?

Moralmente, cremos que não! Mas em termos legais, ele pode renunciar, mas isto não lhe tira das costas o peso de denúncias que pesam contra ele.

E como fica a Câmara Municipal que tinha encaminhado um processo de sua cassação?

Tudo indica que o foco da cassação do mandato perde seu objetivo, pois ele já não é mais prefeito.

Não sabemos qual será a orientação jurídica para os vereadores locais, mas pode finalizar seus trabalhos e apresentar os dados condenatórios ou não para o Ministério Pública. Esta é nossa leitura do caso.


Em tempo: nosso Portal faz análises com base em dados reais, não se pauta pelas disputas político-eleitorais deste e outros casos.


Texto: Adeli Sell


1 visualização0 comentário