País acumula 603.152 vítimas da pandemia, segundo maior número do mundo, atrás dos Estados Unidos

Brasil registra 483 novas mortes por covid-19 em 24 horas; total de vítimas supera população de Florianópolis


O Brasil registrou, neste sábado (16), 483 novas mortes por coronavírus nas últimas 24 horas, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Agora, o país acumula 603.152 vítimas da pandemia, segundo maior número do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos.

Em termos relativos, quando se leva em conta o tamanho de cada país, o Brasil também apresenta uma das piores performances do planeta: está entre as 10 nações com maior mortalidade a cada 100 mil habitantes, segundo dados do Our World in Data.



O governo federal ainda informa 11.250 novos casos, elevando para 21.638.726 o total de brasileiros infectados desde o início da pandemia.

A epidemia no Brasil começou a desacelerar em junho, após o avanço da vacinação. Neste sábado, a média móvel diária de mortes é de 332 - no pior momento da luta contra o coronavírus, em abril, era 3.124. Já a cobertura vacinal se aproxima de 50% de todos os brasileiros com duas doses.

No Rio Grande do Sul, foram registradas 25 vítimas da covid-19 neste sábado. Com a nova atualização, divulgada pela Secretaria Estadual da Saúde (SES), o Estado acumula 35.176 vítimas, próximo à população de Gramado, na Serra gaúcha.

Análise do Comitê de Dados do Palácio Piratini mostra que, no histórico da pandemia, o Rio Grande do Sul tem a 12ª mais alta taxa de mortalidade a cada 100 mil habitantes - o melhor desempenho é do Maranhão.


Fonte: https://gauchazh.clicrbs.com.br/coronavirus-servico/noticia/2021/10/brasil-registra-483-novas-mortes-por-covid-19-em-24-horas-total-de-vitimas-supera-populacao-de-florianopolis-ckuud68us0033019m0zg7oyhc.html


0 visualização0 comentário