O que já se sabe sobre o retorno obrigatório das aulas presenciais no RS

Decisão foi tomada nesta quarta-feira (27) em reunião do gabinete de crise do governo do Estado

Por enquanto, o Estado ainda não informou quando a medida começa a valer. Em casos de excepcionalidade, como condições médicas específicas e comorbidades, será autorizada a continuidade das atividades escolares do estudante em regime remoto.


Confira abaixo o que já se sabe sobre a nova regra do retorno presencial dos estudantes:


Quais séries precisarão voltar às aulas presenciais?


A decisão afeta todos os estudantes da Educação Básica, que envolve Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio. A obrigatoriedade não afeta alunos do Ensino Superior.


Quando a medida começa a valer?


Ainda não há data definida. A obrigatoriedade e suas eventuais exceções ainda serão detalhadas após debates entre as equipes das secretarias da Educação e da Saúde, e posteriormente publicadas em decreto.


Serão as mesmas exigências na rede pública e na rede privada?


Sim. Quando entrar em vigor, se tornará obrigatória a presença em sala de aula de todos os estudantes das redes privada, municipal e estadual.


E se meu filho for de grupo de risco?


Em casos de excepcionalidade, como condições médicas específicas e comorbidades, será autorizada a continuidade das atividades escolares do estudante em regime remoto. O detalhamento dessas exceções será debatido entre as equipes das secretarias da Educação e da Saúde e posteriormente publicado em decreto.


Haverá exigência de comprovante de vacinação para adolescentes?


Por enquanto, não há previsão de exigência de comprovante de vacinação, mas detalhes sobre o retorno ainda estão sendo discutidos.


Fonte: https://gauchazh.clicrbs.com.br/educacao-e-emprego/noticia/2021/10/o-que-ja-se-sabe-sobre-o-retorno-obrigatorio-das-aulas-presenciais-no-rs-ckva34tw1005o019m2nndsp2g.html