top of page

FICA, ROGER MACHADO!

Por Clóvis Vitória Junior*



Isto que o Grêmio enfrenta agora é resultado de quase 30 anos de fracasso no futebol. O Roger já formou times vencedores no Grêmio..

Querer que o Roger saia agora é estupidez. Os péssimos resultados de campo não passam por ele. Desde 1991, já são três rebaixamentos.

E querer que o Estátua volte, me perdoem, é trazer um dos responsáveis diretos por esta miséria atual do futebol gremista. Dá pra contar uns 10 jogadores que ele trouxe e não jogaram nada e ainda hoje têm salários pagos pelo Grêmio.

O Estátua é vamo vamo e não dá treino.

Não vejo outro técnico com o conhecimento de Grêmio, com a história no Grêmio e com competência capaz de tirar o time desta, como o Roger. Ele já tirou o Grêmio do buraco nesta Série B na primeira fase.

Ah, o Roger tem errado. Tem. Erra num clube que não dá margem pra um mínimo erro. Erra como todos os técnicos erram.

Qual a saída? Guardiola já. E que venha o Messi no pacote!

No mais, se o Grêmio ficar na Série B, se cair pra Série C, o que vai mudar na vida das pessoas? Porra nenhuma.

Quem lucra e vive de resultado de campo, hoje acordou pedindo a saída do Roger. E, claro, quem caça cliques com falsas polêmicas nas redes adora ser comentarista de erro. Comentar o erro é estar relativamente sempre certo.

Não me alimento de erros pontuais nem os deposito nas costas de um ou outro. Isso é assédio. Uma vergonha de análise de futebol. Os problemas gremistas têm origem numa história mais longa. Por exemplo, não ser dono do próprio estádio de futebol.

Ver um jogo desastroso e achar que isto explica o fato de o Grêmio não ganhar há muito de times do Z-4 (e por isso é um time de Z-4) do Brasileirão é estar cego para a história de mais tempo que explica esta miséria do Grêmio (miséria que ainda mantém o time no G-4 da Série B).

Cansei de debater futebol com quem escolhe o assédio moral com jogador e técnico e pede cabeça de quem não tem culpa alguma.

Isso é conversa de torcedor que comenta em rádio grande e repete: o treinador é um cara legal, mas é um mau técnico.

O Grêmio é um clube cheio de racistas e o decente é conter a fascistada que quer tomar o Grêmio de assalto nas eleições deste ano, briga nas arquibancadas e invade campo.

A derrota do Grêmio para o Criciúma é o segundo tempo de um jogo que tem uns 20 anos na certa.

Nessas horas, lembro do professor Ruy Carlos Ostermann. Dizia ele e repetia que a organização dos grande clubes do centro do país, com mais dinheiro e torcedores, seria a tragédia dos clubes da periferia. Esta hora chegou!

Estamos nesta: a dupla Grenal, quando não consegue ganhar de times do Z-4, briga por sul-americana e para não cair. Quando o Inter fez 80% dos pontos disputados contra o Z-4, foi vice do Brasileiro.

Aliás, os colorados estão com uma diretoria competente. Fizeram um bom time de futebol. Muito bom. Até um jogador nascido nos EUA anda jogando.

Não contem comigo para defender fascista no Grêmio nem pra assediar jogadores e técnicos de futebol.

O Roger é a oportunidade que passa na frente do Grêmio de ser um bom time de novo. Se o futebol brasileiro fosse decente, o Roger seria o Alex Ferguson do Grêmio. Ficaria 10 anos no cargo como ficou na base e ajudou a formar times campeões mais recentemente.

Voltei a me interessar por futebol quando o Grêmio chamou o Roger. E quando ficou com ele depois que venceu o Gauchão. Se ele sair, volto ao meu desinteresse. Se ficar, vou ao estádio, o que não faço há um bom tempo.

Fica, Roger Machado!


*A opinião do autor é pessoal.


0 visualização0 comentário

Comentarios


bottom of page