Caminhoneiros do RS avaliam participação em paralisação da categoria

Movimento está previsto para a próxima segunda-feira em diversos Estado

Caminhoneiros autônomos tentam organizar paralisação nacional na próxima segunda-feira (1º). Os protestos estão sendo chamados também no Rio Grande do Sul, embora o tamanho da adesão seja incerto, conforme as entidades que representam o setor. Ao menos uma organização discorda do movimento.

A mobilização pode acontecer nas principais rodovias, segundo estimativa do presidente do Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos de Ijuí e também diretor da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte e Logística (CNTTL), Carlos Alberto Litti Dahmer. Na Região Sul, o ato também tem apoio do Sindicato dos Transportadores Autônomos de Bens de Rio Grande (Sindicam). O Estado tem cerca de 250 mil caminhoneiros autônomos, segundo Litti.


A paralisação não é unânime. O presidente da Federação dos Caminhoneiros Autônomos do RS (Fecam), André Costa, é mais cauteloso quanto à possível adesão de colegas. O dirigente acredita que a pauta de reivindicações não fala por todos os caminhoneiros e tem cunho político.

Entre as reivindicações, a categoria pede a redução do valor do diesel e a revisão da política de preços adotada pela Petrobras. Na semana passada, um novo reajuste elevou em 9,15% o preço médio de venda do combustível para as distribuidoras. Também pedem que se discuta o piso do frete e a aposentadoria especial dos caminhoneiros.

Em reunião nesta quinta-feira (28) na Câmara dos Deputados, os representantes da categoria reforçaram os pontos aos parlamentares e reiteraram a paralisação.

Bloqueios

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que ainda aguarda definição sobre uma operação especial para eventual paralisações e bloqueios nas estradas do país. Até o fechamento deste texto, ainda não haviam sido divulgados detalhes.


Fonte: https://gauchazh.clicrbs.com.br/geral/noticia/2021/10/caminhoneiros-do-rs-avaliam-participacao-em-paralisacao-da-categoria-ckvbnqtgg008m019m65jkfzwl.html#:~:text=A%20paralisação%20não%20é%20unânime,caminhoneiros%20e%20tem%20cunho%20político.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo